Deputado não consegue fazer exame de saúde


Após esperar duas horas para ser atendido numa consulta particular pela qual pagou R$ 400, Menezes, agora tem dificuldade para fazer o exame, só havendo disponibilidade para abril. "Imaginem o que não passa a maioria dos 14 milhões de baianos, que nem plano de saúde tem", refletiu o deputado.


A implantação de cinco hospitais públicos na Bahia, para ele, não foi acompanhada pela iniciativa privada, que, ao contrário, fechou hospitais, porque os investidores consideram que os recursos do SUS não pagam o funcionamento. "O pessoal do interior me pede, mas agora sou eu que estou pedindo favores médicos", lamentou.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br