Camaçari não aceita cinco pedágios, diz Luiza


Pedindo a colaboração da Assembleia Legislativa na busca de uma solução para o problema, a deputada informou, em discurso na sessão de hoje, ter comunicado ao governador Jaques Wagner que não vai aceitar a situação, explicando: "Não é uma ameaça, mas uma decisão política, pois a nossa base não aceita".


Hoje haveria, segundo ela, mais manifestações populares na Via Parafuso e na Estrada da Cascalheira, numa reação ao cerco que se abate apenas sobre Camaçari, já que "outros municípios ainda têm uma saída". Entre as ideias que oferece para uma solução, estão um documento que permita o pagamento de uma taxa e liberação no restante do dia e a isenção de um veículo por residência.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br