Bloco proporá 6,87% para o funcionalismo


O deputado entende que não pode haver "os funcionários públicos de primeira e os de segunda" e promete levar a questão para as comissões temáticas da Assembleia Legislativa. Quando o projeto chegar ao plenário, poderá ter, por baixo, 25 votos, somados os da oposição com os oito do PSC-PTN.


O tema é sensível, de forte repercussão eleitoral, embora estejamos muito longe das eleições. Há parlamentares da base governista que poderão se sentir à vontade para defender uma proposta um pouco maior.


Em tempo: a oposição só terá seus 17 votos oficiais se os partidos fecharem questão e obrigarem os deputados à fidelidade.

Luís Augusto Gomes - Por Escrito

http://www.porescrito.com.br